Corra Mary
01 ago 2012

Chá de panela evangélico

Adoro chás de panela/bebê. Adoro dar presentinhos e adoro principalmente as brincadeiras típicas. Ou as pessoas em questão vão casar, ou terão um filho. Eventos que já trazem consigo uma enorme felicidade.

Há uns meses atrás fui convidada para o chá de panela da minha prima. Fiquei felicíssima, finalmente depois de 5 anos de namoro, ela iria se casar. Minhas primas estão todas casando. Minha família por parte de mãe é toda evangélica e parece que pra eles, se a mulher passa dos 25 anos solteira, vai ficar encalhada pra sempre. É uma pressão fortíssima até que a pessoa se case, e depois a mesma pressão é convertida para pedidos do primeiro filho. Acho chato pra caramba, ainda mais quando é comigo. Planejo nem o que vou fazer no final de semana, vou lá planejar um casamento e filhos aos 24 anos de idade?

Eu e minha mãe resolvemos dar um ar condicionado de presente ao casal. Eles compraram uma casa em Bangu, que era onde o dinheiro deixava, e qualquer um que já tenha pisado em Bangu sabe que Bangu é quente pra caralho. Sem querer me gabar, mas já me gabando, foi de longe o melhor e mais útil presente que eles ganharam nesse chá de panela. E a cara de felicidade dela quando viu o presente, confirmava tudo isso. Era pura alegria, ela gritava de felicidade e mostrava para a mãe o presente. Todos estavam felicíssimos, a família inteira vibrava. Como ela não acertou o que era, já que ar condicionado não estava na lista de pedidos, tínhamos que desenhar alguma gracinha de batom no casal. Minha mãe desenhou bigodes no noivo, e eu, bem, eu com todo o meu humor um tanto quanto atípico, achei uma boa ideia desenhar um pênis na bochecha da minha prima. Nada muito detalhado, um desenho mal feito e na pressa, mas que não deixava nenhuma dúvida do que de fato era. Algo mais ou menos assim:


Não foi a melhor ideia que eu havia tido naquela noite.

Minha prima, evangélica, virgem (era o que dizia), em seu chá de panela, no meio de toda a família também evangélica, encontrava-se agora com um desenho de uma rola ereta e depilada em sua face. Ela ainda vendada, sorria. A família nem tanto. A filmagem foi pausada, minha tia correu com um paninho molhado em direção ao casal, minha vó ensaiava um choro forçado, meu irmão corria para gargalhar no banheiro, e eu percebia que havia estragado mais uma comemoração em família.

Minha tia apagou o pênis, mas deixou as bolas. Completou o desenho com um coração. Achei criativo, e a mensagem muito bonita: Um caralho que choca uma família inteira, transformando-se em amor.

Uma prima e um primo meu estão para casar, e minha vó já pediu pra minha mãe: Avise a Marina que pirus não!

Estou pensando em bucetinhas.

Postado por Marina | Categorias: Marina
POSTS Relacionados

Este post tem 20 comentários

  1. E vamos todos brindar a hipocrisia dos crentes.

    Comentário por Victor @ 01/08/12 - 18:51
  2. HAHAHAHAHAAHAH PQP HEIN MARINA !!! VC É FODA! mas eu te entendo faria alguma coisa parecida ! tipo escrever gay na testa do noivo hehehe

    Comentário por Felipe @ 01/08/12 - 18:53
    • Depois dessa, anotei no meu caderninho mental: Crentes não possuem senso de humor.

      Comentário por Marina @ 01/08/12 - 18:54
      • Concordo totalmente com a marina

        Comentário por Berg Hiryu @ 01/08/12 - 22:45
      • Depois dessa, anotei no meu caderninho mental: os não crentes, não sabe a diferença entre senso de humor e imoralidade!

        Comentário por Maryelen Monteiro Chagas @ 10/11/13 - 15:44
  3. Pirus não! hahahahaha

    Comentário por Paulo @ 01/08/12 - 19:03
  4. Genial, só faltou um par de asas, que teoricamente as suas primas crentes que não casaram ainda não iriam saber a diferença e tomar um baita susto na noite de núpcias.

    Comentário por Daniel White @ 01/08/12 - 19:13
  5. Putz! Como nunca pensei numa coisa dessas?? kkkkkkkkkkkkk Adorei!

    Comentário por Analice @ 01/08/12 - 19:28
  6. O problema foi a depilação… Tem religião que não deixa nem cortar o cabelo… Raspar o saco então! Tá amarrado!!!!

    Comentário por Leo Coutinho @ 01/08/12 - 19:29
  7. Piru da discórdia! Achei super criativo. Vou fazer no próximo chá de panela que for convidada. hoho

    Comentário por Naty @ 01/08/12 - 19:37
  8. Ai cara, a Marina é demais…um texto simples desse e tô me acabando de rir aqui..ahauhauhauahuahua
    Mais um belo texto, parabéns garotinha, continuo MUITO seu fã. Espero um dia conseguir comprar seu livro…rs
    Abraços.

    Comentário por Ilhano @ 01/08/12 - 20:00
  9. Imagino a cara de “poker face” da galera olhando pra o desenho. [kkkkkkkkkkkkkk]
    Muito boa, Marina. Queria eu ter coragem de fazer uma capetagem dessas.

    Comentário por Berg Hiryu @ 01/08/12 - 22:47
  10. Se fosse caralhinhos voadores eles nao apagariam hehe

    Comentário por Jesse @ 02/08/12 - 7:25
  11. eu só colocaria mais detalhes pra evitar a deturpação da imagem XD

    Comentário por caio @ 02/08/12 - 8:03
  12. Huahuahuahuhauhauha. Ideia sensacional, Marina. Imagina se você tivesse desenhado uma cruz na testa da noiva. Não, um pênis foi muito mais engraçado. Parabéns pelo texto, adorei.

    Comentário por João Paulo @ 02/08/12 - 9:39
  13. Ri MUITO!

    Comentário por Igor @ 03/08/12 - 15:30
  14. Hahahahahahahahahaha Já virou um dos meus textos favoritos!

    Comentário por Mari Ramoa :) @ 03/08/12 - 22:02
  15. Marina, eu tenho um grupo de amigos politicamente corretos, não são crentes mas são tão pela-sacos como os crentes, sempre passo por situações constrangedoras por causa do meu humor ácido, enfim, tenho certeza que você pensou, enfim ela verá uma piroca, nem que seja na bochecha dela.

    Comentário por Leo @ 06/08/12 - 14:08
  16. Caraca! toda vez q eu quero rir eu passo aki! é bote certo!kkkkkkkkk

    Comentário por Douglas Santos @ 21/08/12 - 1:31
  17. Estou pensando em bucetinhas. JDFSDJKFHSDKFHSDKJFGSDKJFHSAFHSUFHSFLHSGFH suas crônicas são as melhores Marina, e sim, crentes não têm senso de humor.

    Comentário por Paula Pacheco @ 01/10/12 - 20:07
*Nome
*Email
Site/Blog/Url
Mensagem
* Campos obrigatórios